ANÁLISE PRÉVIA GRAVEYARD KEEPER

Stardew Valley é um simulador incrível onde você toma conta de cada detalhe de uma fazenda, relaxante e deixa você decidir o que fazer dentro do jogo sem nunca te pressionar por objetivos. Imagina o mesmo simulador só que dessa vez você gerencia um cemitério, os desenvolvedores de Graveyard Keeper parecem ter partido dessa premissa, o jogo tem um tom e cores mais sombrias, o que era de se esperar. Tudo isso com uma dosagem alta de sarcasmo e humor, tenho acompanhado o desenvolvimento do jogo e fiquei surpreso com o lançamento ainda esse ano.

 

 

Embora seja difícil não fazer comparações com outros simuladores agrícolas recentes, o Graveyard Keeper tenta adotar uma abordagem um pouco mais pragmática da vida. Enquanto você pode fazer um pouco de pesca e exploração, você também terá que construir boa parte das instalações do seu cemitério, não que eu me importe, sempre achei a parte mais divertida desses jogos. Você não pode simplesmente comprar uma casa e colocar no seu terreno, precisa cortar as árvores pela madeira, ter ferramentas avançadas para os outros componentes e assim sucessivamente. Em Graveyard Keeper quase tudo tem que ser coletado aos montes, o jogo não te poupa do “grind”, em contrapartida é bem recompensador após alguns dias de jogo ver que seu trabalho duro rendeu frutos e acaba valorizando cada pedacinho construído.

Embora você tenha que trabalhar um pouco mais do que em outros jogos agrícolas, há alguns extras interessantes aqui. Há animais falantes, crânios flutuantes, mortos-vivos amigáveis ​​e uma história a seguir à medida que você vai construindo as instalações. Há buscas e dilemas éticos a serem discutidos também, incluindo ter que lidar com o Inquisidor do Senhor, que pode se opor a que você se divirta com os mortos-vivos ou se envolva em alquimia.

Apenas alguns pontos de interesse, eu testei a versão alpha ainda esse ano e encontrei um jogo incompleto e bem instável, ainda com elementos interessantes e bem promissores, como árvore de talento, história intrigante e outros elementos, porém não consegui jogar devido aos bugs. Achei muito rápido o lançamento devido ao estado do game meses atrás, fica o alerta para quem deseja comprar o jogo nesse momento, checar as opiniões dos jogadores tanto na steam e no fórum. Eu joguei algumas poucas horas do jogo e até o momento não esbarrei com nenhum bug e ainda é cedo para eu analisar se o conteúdo prometido está todo aqui. E ainda vale ressaltar que esse jogo é dos mesmos desenvolvedores de Punch Club, um belo jogo, uma das mais gratas surpresas de 2016.

Gostou do site, deixe seu like e assine a newsletter para ser informado de novas postagens.

O jogo está à venda na Steam e no GOG por R$ 37,99.

Gostou do site? Siga, curta e compartilhe.