O QUE ACONTECE COM OS JOGOS DE FUTEBOL ONLINE

Jogos online de todos os gêneros com o passar dos anos encontraram seu nicho no mercado e se estabeleceram, com isso acabaram deixando um caminho traçado aberto para seus sucessores. Um progresso natural onde os consumidores que colhiam os frutos com uma maior diversidade e puxando sempre a qualidade do gênero para cima. No futebol online o cenário foi bem diferente, por algum tempo vivenciamos um ciclo de insucessos com uma margem tão elevada que gerou no mercado uma total insegurança no investimento no gênero, isso somado ao monopólio atual da EA  e da KONAMI que hoje cobram preços abusivos comparado ao mercado ( Fifa 19 R$ 243,00 ). Afinal, futebol online é um mercado tão ruim assim para os estúdios? Ou foi uma série de coincidências, somadas à gestões ruins?  Vou passar por alguns jogos online de futebol que me marcaram, para tentar entender um pouco o que aconteceu até chegar nas grandes franquias.

 

Quando eu era bem mais novo, provavelmente uns 12 anos atrás, esbarrei com um jogo chamado netsoccer, nele você controlava apenas um jogador em campo. Os controles eram bem inovadores para um jogo de futebol, o personagem seguia o ponteiro do mouse, demorei meses tentando aprender e aprimorar os fundamentos básicos de passe, chute, cabeçada e domínio. O jogo tinha uma espécie de servidor treino onde era uma partida que acontecia sem fim, e as pessoas iam entrando. Os jogadores criavam times e te chamavam para participar, e era bem organizado, tinham uma federação, campeonatos e tudo mais. Lembro que a primeira partida de campeonato que joguei foi marcante, lembro até hoje. Eu era o Rique um zagueiro que tinha ambição de ser um meio campista clássico organizando o jogo de trás. As partidas eram de 5×5 como no futsal, facilitando achar as partidas e não tinha bot. O desenvolvedor lançou o segundo jogo, o netsoccer 2 e logo fiz uma conta vip que na época era algo em torno de 15 reais para 3 meses de jogo. Todos sabiam do potencial da franquia, e que com a divulgação correta iria longe, mas a contagem de players apesar de fiel estagnou e o jogo aos poucos foi morrendo. O desenvolvedor tentou uma última cartada com o World of Soccer para Steam, lá ele teria toda divulgação que precisava, apoio.. , sucesso certo! Não, eu novamente comprei o vip assim que lançou, sempre que olhava, a contagem de jogadores eram bem razoáveis, foi criada uma liga dentro do jogo, com divisões, premiações e tudo mais. E após poucos meses o jogo foi fechado. Sem explicações ou justificativas, assim.. fechou. A comunidade fez um abaixo-assinado com milhares de votos, até hoje tem gente pedindo a volta no fórum oficial na Steam e nenhuma resposta.

 

 

A Z8Games trouxe para o Brasil, o jogo FreeStyle Football e mudou o nome para Futebol Mania. Nesse jogo você também controlava apenas um personagem em jogos de 4 x 4. Jogos asiáticos são conhecidos pelo uso abusivo do cash shop, e aqui não era diferente, boa parte eram itens cosméticos que em nada afetavam o balanceamento do jogo e tenho que admitir que joguei sem colocar um centavo e em nenhum momento senti que não poderia ganhar uma partida porque tinha algum jogador do outro lado com itens de loja. Eu era o Flash, um atacante rápido que tentava ter o oportunismo do Romário, sem tanto sucesso. A comunidade com o tempo entrou em um ciclone de críticas sobre os itens pay-to-win, apenas relembrando que esses itens não abalaram meu gameplay em nenhum momento do jogo, mas achava válido o posicionamento da comunidade. Com a falta de updates vindo da empresa JoyCity e o descontentamento de parte da comunidade, a Z8Games resolveu fechar o jogo. Algum tempo depois a própria JoyCity lançou seu jogo na Steam com o nome original, foi um sucesso imediato, as críticas passadas da comunidade eram com intuito de melhorar o jogo e não com que ele acabasse. Dessa vez a comunidade estava unida e apoiando, mesmo que dessa vez a loja do jogo estivesse mais desbalanceada. Eu mesmo comprei algumas moedas para tentar de alguma forma apoiar.  Tinhamos um servidor sul-americano com um ping estável, salas cheias e uma perspectiva de que o jogo fizesse uma jornada parecida com os jogos de basquete da JoyCity que até hoje perduram online. Mas após alguns meses o servidor sul-americano foi fechado sem nenhuma informação aos jogadores, e após mais um mês o jogo fechou as portas novamente. O mesmo padrão se repetiu, sem muitas informações ou justificativas. Um abaixo-assinado com milhares de votos foi feito novamente e sem nenhum sucesso.

 

Eu fiz uma matéria sobre o FIFA na E3 , onde coloquei vários pontos do que acho sobre a franquia e o futuro dela,  hoje o preço da pré venda esta no valor de R$ 243 reais, um valor surreal contanto que o jogo raramente muda sua engine e fica defasado até mesmo comparando com os valores dos grandes jogos do mercado. O pote de ouro do Fifa mora no Ultimate Team com todos os pacotes e cartas e tudo mais que você pode adquirir. Fazendo uma analogia , o olho de Sauron da EA não desvia nenhum momento desse modo do jogo deixando de lado o pobre modo Pro Clubs, dezenas de bugs críticos e sugestões são deixados de lado ano após ano. Enquanto jogador, já foi concebido que sua opinião não vale de nada no gênero e que o único caminho para coexistência é fazer vista grossa para tudo, temerários de até mesmo um corte no Pro Clubs para as próximas versões.

Gostou do site? Siga, curta e compartilhe.